E-commerce – O que eu aprendi nesse ano …

By | 13 de dezembro de 2017

Olá Pessoal!

Este ano aprendi muito sobre e-commerce trabalhando em uma grande empresa .com e também começando a vender produtos no meu empreendimento virtual.

Trabalhando em uma grande empresa, conheci os diversos processos que existem neste negócio. A venda de um produto passa desde a área comercial, marketing, back Office até a loja virtual propriamente dita. Do fornecedor ao cliente final muitas coisas acontecem nesse caminho. Posso dizer que consegui colocar em prática muitos desse conhecimento adquirido no meu e-commerce.

Criar uma loja virtual não é tão simples assim como parece. Ter um e-commerce não é somente ter uma loja virtual e vender alguns produtos na internet.

Primeiro de tudo você precisa ter uma marca e um produto para colocar no mercado. No início, o pequeno empresário é pouco conhecido nesse imenso mundo. Não basta ter sua marca, um produto e um site. A competição é grande, logo é preciso ter visibilidade.

Grandes empresas tem uma área comercial muito forte que negociam preços com fornecedores e oferecem grandes ofertas para seus clientes.

Imaginem a dificuldade para o pequeno negócio…

O próximo passo é divulgar o seu produto. Temos diversas formas de fazer isso na internet. No mundo virtual mandamos e-mails, compartilhamos nosso site nos portais de buscas ou divulgamos nas principais redes sociais. Nesse ponto entra nosso investimento. Para vendermos um produto temos que atingir um grande número de pessoas. Dessas pessoas, uma pequena porção vai comprar seu produto. Quanto mais gente vê, maior a possibilidade de compra. Um termo muito usado é a taxa de conversão que é a porcentagem de pessoas que compram em relação a quantidade de pessoas foram atingidas. Quem tem uma grande base de clientes, pode divulgar seus produtos, mas quem não tem uma carteira, precisa impulsionar suas vendas investindo um recurso para alcançar novos clientes. A área de marketing precisa trabalhar muito para vender.

Imaginem para o MEI…

Nas pequenas empresas quase tudo é feito de forma manual. A criação de uma campanha produto e divulgação em todos os canais é só o começo. Você terá que catalogar seus produtos, controlar o estoque e fotografar para colocar no site. Um trabalho que demanda tempo e profissionais qualificados.

Uma vez na rede, você vai começar a ver o retorno através de comentários e contatos nas mídias que divulgou. Muitos contatos são somente para perguntar o preço. Daqueles que se interessaram, alguns entram em contato novamente e fazem o pedido do seu produto. Nessa fase você apresenta o produto, negocia o valor, passa o frete e fecha o pedido. Nos grandes portais toda esse informação está no site.

Pequenas empresas precisam entrar em contato direto com o cliente….

Depois do pedido feito, chega o processo duro, você precisa entregar.

Separar ou até produzir ser for um item personalizado. Terá a dificuldade se não tiver o item em estoque pois dependerá do fornecedor. Precisa avisar o cliente que o pedido vai chegar atrasado. Normalmente o pagamento é feito quando o produto está pronto para ser despachado.

Uma vez confirmado o pagamento você envia o pacote. Envia o código de rastreamento para o cliente e aguarda a entrega. Grandes empresas possuem enormes centros de distribuição que preparam, embalam e despacham milhares de produtos por dia. Os pequenos embalam um a um e enviam seu pedidos por correio.

Com certeza muitas lojas começaram assim…

Após a entrega não termina o processo. Você fica no aguardo do retorno do cliente, se o pedido chegou bem e finalmente o feedback final.

Ao final você espera que o seu cliente tenha gostado e continue a comprar na sua loja.

Parece tão simples, mas é bem complexo. Não vemos o cliente pessoalmente, cada um tem suas preferências. No grandes sites de e-commerce tudo isso acontece no site, mas para muitos, tudo isso é feito na raça.

Administrar pouco pedidos por dia é complicado, imaginem os grandes portais que recebem milhares por dia.

Hoje posso dizer que conheço um pouco como isso tudo funciona nas grandes lojas e também na prática em meu pequeno negócio. Tocar todo o processo do início ao fim de forma manual não é fácil. Entretanto, essa é a melhor forma de conhecer e aprender como isso tudo funciona.

Automatizar isso tudo é a evolução… 

Isso foi o que fiz para vender poucos produtos em um ano, mas valeu a experiência!!!

Espero que tenham gostado. Deseja o Todos um Excelente 2018!

Abraços,

LYM – Dez /2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *